.

.
PENITÊNCIA OU INFERNO!
"Se não fizerdes penitência, perecereis todos do mesmo modo"
 (Lc 13,5).
O que é penitência? É reparação dos nossos pecados, das nossas ofensas e do mundo inteiro contra o amor e a bondade de Deus, através do arrependimento e do sacrifício de si mesmo.
Desprezando essa penitência suave, teremos que supri-la com penitências mais duras “sob cilício e cinza” (Mt 11,21), “cobrindo-se de saco e cinza” (Lc 10,13), "para que seja reduzido à impotência o corpo (outrora) subjugado ao pecado, e já não sejamos escravos do pecado" (Rm 6,6), "para mortificação do seu corpo, a fim de que a sua alma seja salva no dia do Senhor Jesus" (1Cor 5,5). Com o mesmo temor que sentia o Apóstolo: "Castigo o meu corpo e o mantenho em servidão, de medo de vir eu mesmo a ser excluído depois de eu ter pregado aos outros". (1Cor 9,27).
O que falta às tribulações de Cristo, completo na minha carne, por seu corpo que é a Igreja". (Cl 1,24) "Trabalhos e fadigas, repetidas vigílias, com fome e sede, freqüentes jejuns, frio e nudez!" (2Cor 11,27) "... este é um homem perfeito, capaz de refrear todo o seu corpo". (Tg 3,2).
Mas é preciso o nosso ato de OFERECIMENTO-  a gente oferece as agruras de nossa vida diária que o Papa chama de “pequenas alfinetadas”da vida, assim como “as pequenas canseiras” de cada dia.
Sem o oferecimento tudo isto é DESPERDIÇADO e não conta pontos para a Eternidade! Com o MESMO oferecimento reparamos também os pecados alheios, purificando o Mundo, tornando-o apto a receber Jesus quando regressar na Sua Glória.
Tudo oferecemos a Jesus pelas mãos de Maria Santíssima, ela ensinou em Fátima uma breve oração, sempre que fizermos algum sacrifício: "Ó meu Jesus! É por vosso amor, pela conversão dos pecadores, pelo Santo Padre e em reparação dos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria!"
A Penitência foi um pedido específico de Nossa Senhora em Lourdes. Ela repetiu por três vezes: "penitência, penitência, penitência!" e pedia que se fizesse penitência por si e pelos pecadores.
Para a pequena vidente Bernadete (foto abaixo), primeiro, ela pediu que comesse algumas ervas amargas e beijasse o chão como penitência pela conversão dos pecadores. Depois disse à menina: vai beber da fonte e lavar-te nela, indicando um local dentro da gruta, onde Bernadete cavou e começou a brotar água misturada com lama, também em penitência por si e pela conversão dos pecadores.
Na oitava aparição, a Senhora pedia que se fizesse penitência e se orasse o Rosário pela conversão dos pecadores.
Estimulada por um extraordinário zelo das almas, a Jacinta de Fátima parecia mesmo insaciável na prática do sacrifício. Conta sua prima que, certo dia, um vizinho ofereceu-lhes uma boa pastagem para o seu rebanho. Estavam nos dias mais quentes do verão.
Sob um sol escaldante, a sede era cada vez maior e não havia um pingo de água para beber. A princípio, ofereceram o sacrifício com generosidade pela conversão dos pecadores. Mas, depois do meio-dia, era difícil resistir...Lúcia propôs de irem a um lugar próximo, pedir um pouco de água. e lá foi ela bater à porta de uma velhinha, que, ao dar-lhe uma bilha com água,
Em seguida, entregou a bilha ao Francisco e lhe disse que bebesse.
- Não quero beber.
- Por quê?
- Quero sofrer pela conversão dos pecadores.
- Bebe tu, Jacinta!
- Também quero oferecer o sacrifício pelos pecadores.
Resultado: a água foi toda deixada na cova de uma pedra, para que dela bebessem as ovelhas..
Pense nisso, e você que sacrifícios tem oferecido a Deus pela salvação se sua alma?

Um comentário:

DEIXE SEU COMENÁRIO OU ESCREVA PARA NÓS PELO E-MAIL:
apostolosdarosamistica@hotmail.com