.

.
JESUS É DEUS !
O que a Bíblia diz sobre a divindade de Jesus?
Isaías 7:14: "Portanto o Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que uma virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel."Emanuel" literalmente significa: "Deus conosco".
 Isaías 9:6: "Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o governo estará sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai Eterno, Príncipe da Paz." Essa declaração era bem radical vindo de um profeta judeu e monoteísta-- principalmente ao chamar um ser humano de "Deus Forte"; essa foi uma declaração que Deus realizou séculos depois em Cristo.
João 1:1 diz que “o Verbo era Deus -  João 1:14 diz que “o Verbo se fez carne.”
O bebê Jesus foi adorado pelos Reis Magos
Mateus 2:11: "E entrando na casa, viram o menino com Maria sua mãe e, prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, ofertaram-lhe dádivas: ouro incenso e mirra."
só a DEUS podemos e devemos adorar. Os magos sabiam disso! Reconhecem a divindade em Jesus, o Filho de Maria!
Mateus 14:32-33: "E logo que subiram para o barco, o vento cessou. Então os que estavam no barco adoraram-no, dizendo: Verdadeiramente tu és Filho de Deus.'"
Na cultura judaica, apenas o único Deus verdadeiro pode ser adorado; as ações dos discípulos mostram que reconheciam Jesus como sendo divino. Veja que Jesus não os corrigiu ou disse: "Vocês não estão vendo que sou apenas um profeta mortal? Parem de me adorar!" Ao invés, Ele aceitou o seu louvor, sabendo que Ele realmente era Deus em carne humana, gerado no ventre Imaculado de Maria!
João 10:30-33: "'Eu e o Pai somos um. Os judeus pegaram então outra vez em pedras para o apedrejar. Disse-lhes Jesus: Muitas obras boas da parte de meu Pai vos tenho mostrado; por qual destas obras ides apedrejar-me?Responderam-lhe os judeus: Não é por nenhuma obra boa que vamos apedrejar-te, mas por blasfêmia; e porque, sendo tu homem, te fazes Deus."
Essa passagem não poderia ter deixado mais claro que os ouvintes cultos de Jesus compreenderam sua declaração de divindade. Eles só tinham duas respostas possíveis: humilhar-se e prostrar-se diante dEle como os reis Magos e os discípulos tinham feito, ou rejeitar Sua afirmação e acusá-lo de blasfêmia. Infelizmente escolheram a segunda opção. Note que Jesus não nega a sua acusação porque estavam corretos. Ele realmente estava afirmando ser Deus!
João 20:27-29: "Depois disse a Tomé: Chega aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; chega a tua mão, e mete-a no meu lado; e não mais sejas incrédulo, mas crente. Respondeu-lhe Tomé: Senhor meu, e Deus meu! Disse-lhe Jesus: Porque me viste, creste? Bem-aventurados os que não viram e creram.’"
A razão mais importante para Jesus ser Deus é que se Ele não o fosse, Sua morte não teria sido suficiente para pagar a pena pelos pecados do mundo inteiro (I João 2:2). Somente Deus poderia pagar preço tão infinito. Somente Deus poderia carregar os pecados do mundo (II Coríntios 5:21), morrer e ressuscitar, provando Sua vitória sobre o pecado e a morte.
"E este é o testemunho: Deus nos deu a vida eterna, e essa vida está em seu Filho. Quem tem o Filho, tem a vida; quem não tem o Filho de Deus, não tem a vida."
(1 João 5:11-12)
Portanto, Maria é a Mãe de Deus feito homem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENÁRIO OU ESCREVA PARA NÓS PELO E-MAIL:
apostolosdarosamistica@hotmail.com