PERSEGUIÇÃO A FÉ CATÓLICA !
(AsiaNews / MEC ) - Hamoud Saleh Al- Amri , de 28 anos, saudita preso em janeiro por escrever em seu blog sobre sua decisão de se converter ao cristianismo, foi libertado pelas autoridades sauditas no final de Março, em vez de ser morto como um apóstata, como prescrita pelo Sharia. No entanto, ele foi proibido de viajar para fora da Arábia Saudita ou aparecer na mídia, Middle East Concern, uma organização cristã especializada em assuntos do Oriente Médio, informou que de acordo com o próprio Hamoud, ele está de volta a escrever em seu blog para Cristãos Sauditas, sua libertação é devido à pressão exercida sobre as autoridades sauditas pelo Cairo baseada na Rede Árabe de Informação para os Direitos Humanos, um dos vários grupos de direitos que estão em campanha para sua libertação.

Bispo da Turquia sacrificado de acordo com ritual

O presidente da Conferência Episcopal Turca, Dom Luigi Padovese foi degolado pelo seu motorista aos gritos de “Allah Akbar!” (“Alá é grande”).
O prelado foi apunhalado várias vezes em sua casa, mas conseguiu sair fora, sendo decapitado de acordo com as regras rituais prescritas pelo Corão.
Os vizinhos foram testemunhas do sacrílego assassinato: ouviram os gritos do prelado pedindo ajuda e do fanático matador que, tendo subido no teto da casa, berrava “Matei o grande satanás! Alá é grande!”
O fanático declarou agir “por revelação divina”. De acordo com a agência AsiaNews as características do homicídio são as de um “sacrifício ritual contra o mal” ensinado pelo Corão e praticado também pelos fundamentalistas islâmicos para eliminar os cristãos.

Os fundamentalistas querem a extinção radical do cristianismo e na hora do crime pouco se interessam se a vítima é “ecumênica” ou não.
Por sua vez, o governo turco remitiu o corpo da vítima para a Itália como em meio a caixas de batatas, sem nenhuma identificação externa nem selo protetor.
No aeroporto de Milão só o aguardavam alguns irmãos capuchinos, congregação à qual pertencia Dom Luigi.

O Islã nos países muçulmanos permite a constante violação dos direitos humanos em especial na descriminação,marginalização, perseguição, morte e mal trato de católicos!
A Conversão de um Muçulmano para outra religião é considerado apostasia Um crime punível por morte.
O sangue de milhares de fiéis cristãos reconhece essa realidade. A Igreja Católica continua a sofrer perseguição por parte dos seguidores de Maomé. no reino islâmico, o culto cristão é proibido e até mesmo o fato de possuir uma Bíblia, crucifixo ou rosário é uma ofensa!

Jesus disse que “felizes são os perseguidos por causa da justiça”, e “felizes serão vocês quando, por minha causa… os perseguirem e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês.” (Mateus 5) Ele ainda insinuou que a perseguição acompanha um ministério profético (”pois da mesma forma perseguiram os profetas que viveram antes de vocês.”) que denuncia as injustiças sociais e o pecado nacional. Finalmente Jesus diz aos perseguidos em tal circunstância: “Alegrem-se!”

O catolicismo não precisa fazer qualquer declaração pública sobre a existência da fé islâmica. Coerentemente, a Igreja proclama que a fé islâmica não é considerada como um caminho legítimo para a salvação . A Fé em Jesus Cristo e o batismo cristão são os únicos veículos que finalmente trazem a salvação.

Acreditamos no plano de Deus que vai se desdobrando para todos os povos e credos. Oramos para que a mensagem de Jesus Cristo, em última instância se manifeste entre os povos do mundo islâmico, e nossa mensagem de paz prevaleça sobre a mensagem de violência e de dominação política e social islâmica.

QUE A VIRGEM DE GUADALUPE, cuja presença em terras Americanas fez converter milhares e milhares de pagãos indígenas, pela força de sua imagem divinamente estampada na tilma do índio Juan Diego, abra os corações e as mentes para a verdade e a vida que é seu filho JESUS CRISTO e torne os cristãos católicos mais fiéis a sua fé e mais ousados em sua missão na Nova Evangelização!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENÁRIO OU ESCREVA PARA NÓS PELO E-MAIL:
apostolosdarosamistica@hotmail.com