CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS DE SANTA EDWIGES
"Bem aventurados os misericordiosos"
Acima o Brasão da Ordem - Significado dos símbolos:
LÍRIO = Sob a proteção da Imaculada, ser lírio puro consagrado ao Senhor;
COROA = Seguindo o exemplo de Santa Edwiges, renunciar a riqueza e esplendor do mundo para Cristo;
CRUZ = No abraço e  seguimento da Santa Cruz;
ROSA = Fidelidade como filho do amor misericordioso de Maria e Edwiges.
BLAHOSLAVENÍ MILOSRDNÍ - "Bem aventurads os misericordiosos" - É o lema da Congregação.
A Congregação das irmãs de Santa Edwiges se dedica a educação cristã de crianças e jovens nos princípios morais e doutrinais da Igreja católica. Com dedicação especial às crianças com deficiência e desvantagem social, cuidando dos doentes e idosos e ajudando a Igreja em suas necessidades, servindo a qualquer necessidade do irmão.
A vida espiritual da Congregação das Irmãs de Santa Edwiges é moldada pela espiritualidade da Ordem de Santo Agostinho e sua própria constituição. Seguindo o exemplo de Santa Edwiges, com amor misericordioso, como base na união íntima com Deus, tornando o amor de Deus presente para as pessoas.
A devoção mariana é por vontade do fundador um dos elementos essenciais da piedade das Irmãs de Santa Edwiges. Em honra da Virgem Maria as irmãs usam um véu azul.
O patrono principal da Congregação é Santa Edwiges da Silésia. Além disso, a Congregação dedica especial amor  ao Sagrado Coração de Jesus e pela Virgem Maria, Mãe de Deus, a São José, Santo Agostinho e São Francisco de Sales.
A Congregação foi fundada em 14 de Junho 1859 em Wroclaw, na Polônia, pelo servo de Deus Padre Robert Spiske (1821-1888). Receptivo e aberto  de coração, padre Robert percebeu a miséria humana que estava presente nos subúrbios das grandes cidades. Trabalhadores com baixos salários não poderiam atender as necessidades materiais de seus familiares. Com a pobreza relacionada a embriaguez, prostituição, falta de moradia, roubo, grande número de orfãos e viúvas desamparadas. Isso o levou a um grande despertar  de consciência e tornou-se então o iniciador de uma grande Obra de misericórdia.
Primeiro, aderiu à Irmandade de Nossa Senhora, já no segundo ano de sua existência, reuniu 500 homens e mulheres. Mas mesmo isso não foi o suficiente para remover a avalanche de miséria dos quais muitos foram atingidos. Portanto, os escritos do Padre Robert inspiraram um grande grupo de mulheres piedosas e nobres que encontraram grande vontade de ajudar. Inicialmente chamado de "Irmãs da misericórdia", depois, "Comunidade Santa Edwiges" porque seu trabalho se fundamentava na vida e obra desta Santa polonesa, que no século 13 na Silésia foi o mais belo exemplo de misericórdia.
A Comunidade das irmãs de Santa Hedwiges teve três objetivos iniciais:
*Fornecer abrigo para órfãos e crianças abandonadas e alimentá-los.*
Cuidar da juventude pobre e esquecida afim de ser poupada do mal.
*Cuidar dos doentes, velhos e abandonados.
Em dezembro de 1857, fundaram o abrigo beneficente chamado "Casa de Resgate Santa Edwiges" que abrigou  27 meninos e 48 meninas.Muitas mulheres da Comunidade de Santa Edwiges envolvidas no trabalho de caridade do Lar  implorarm ao Padre Robert, para se tornarem uma comunidade religiosa.
Diante disso padre Robert Spiske pessoalmente viajou para Roma em outubro de 1858. Com a ajuda dos cânones do Vaticano, especialistas em direito canônico, elaborou os estatutos das Irmãs da Comunidade de Santa Hedwiges com base na Regra de Santo Agostinho. Em 7 de Novembro de 1858 recebeu o Santo Padre Pio IX os escritos de Pe. Robert.  O papa confirmou os Estatutos e abençoou a comunidade.
 As Irmãs vestem hábito preto longo com um colarinho branco, véu azul e cordão com uma medalha que traz a imagem de Santa Edwiges na frente e de Maria Imaculada no verso. As irmãs recebem o  anel quando fazem os votos perpétuos.
A idade mínima para admissão ao noviciado é de 18 anos de idade. O postulado dura 6 meses, o noviciado dura dois anos. Após a sua conclusão consistem em votos temporários. Os votos temporários são renovados anualmente por cinco anos.
Atualmente a Congregação das Irmãs de Santa Edwiges trabalha em seis províncias de diferentes países europeus: Polônia, Alemanha, Dinamarca, República Checa, Áustria e Bielorússia.
Em 5 de Março d 1993 Henrik Gulbinowicz cardeal, arcebispo de Wroclaw na Polôna, inaugurou o processo de beatificação de Pe. Robert em nível diocesano, na presença da Madre Superiora Geral da Congregação,  ir. Michael Andorfer e das Irmãs de Santa Edwiges.
Para maiores informações:
Congregação das Irmãs de Santa Hedwiges
671 65 1 Břežany
República Checa
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENÁRIO OU ESCREVA PARA NÓS PELO E-MAIL:
apostolosdarosamistica@hotmail.com