.

.
SALVAI-VOS DESTA GERAÇÃO PERVERSA!     (At 2:40)
Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo - Filipenses 2:15.
Está na moda ser "crente". A explosão de movimentos "gospel'" protestantes trouxe à nossa geração as facilidades para que uma enorme parcela da sociedade passasse a ver as igrejas evangélicas com bons olhos, A igreja evangélica nos dias atuais não está mais incomodando o pecador com mensagens de juízo e de arrependimento.
Existem igrejas para todos os gostos e vontades. Hoje em dia, é possível ser evangélico sem deixar de ser jogador de futebol; sem deixar de frequentar e até tocar em boates; sem deixar de ser artista de teatro ou televisivo. Ninguém precisa mais se importar com questões relativas à aparência, aos usos e costumes e a tantas outras proibições.
 Hoje, é possível ao jovem "evangélico" frequentar cinemas, motéis e outros locais que, a vinte ou trinta anos atrás, era rigorosamente proibido. O importante é a quantidade, Igrejas lotadas, mídias, programas de TV e dízimos altos!
EM SENTIDO CONTRÁRIO, assim como o batismo purifica do pecado, assim também a penitência. Daí se entende o que Pedro disse a Simão: “Faça penitência, portanto, da tua maldade” (At 8, 22).
Estudiosos do comportamento humano têm descoberto que a área sexual é muito sensível para os jovens. Através de um despertamento sexual, pode-se fazer com que as pessoas mudem de atitudes e opiniões. Um exemplo são as propagandas comerciais que se utilizam da sensualidade para vender seus produtos. A mensagem que é repetida subliminarmente é:seja sensual. Quem não agir desta forma, “não pode ficar na turma”. Muitos acabam sendo atraídos pela possibilidade de serem mais bonitos, sensuais e desejados, como a propaganda sugere.
O objetivo é fazê-los comprar a idéia. Em muitos casos, para vender mais, a mídia pode tentar pressionar você a jogar fora valores éticos e morais, usando mal a liberdade. Precisamos ter discernimento, sermos críticos de tudo aquilo que ouvimos e vemos.
Na terceira aparição de Nossa Senhora de Fátima no dia 13 de Julho de 1917 o sol se ofuscou. Uma brisa fresca soprou sobre a terra, apesar de ser o auge do verão. Os pastorinhos viram o reflexo da luz – como nas aparições anteriores – e, em seguida, viram Nossa Senhora sobre a arvorezinha chamada azinheira.
Então, Lúcia pergunta a Nossa Senhora:
Vossemecê que me quer?
Nossa Senhora respondeu:
"Quero que venham aqui no dia 13 do mês que vêm, que continuem a rezar o Terço todos os dias, em honra de Nossa Senhora do Rosário, para obter a paz do mundo e o fim da guerra, porque só Ela lhes poderá valer”.
Lúcia: Queria pedir-lhe para nos dizer quem é, e para fazer um milagre, com que todos acreditem que vossemecê nos aparece.
Nossa Senhora: Continuem a vir aqui todos os meses. Em Outubro direi quem sou, o que quero, e farei um milagre, que todos hão de ver para acreditarem.
Lúcia fez alguns pedidos de conversões, de curas e de outras graças.
Nossa Senhora responde recomendando sempre a reza do Terço, que assim alcançariam as graças durante o ano.
Depois acrescentou:
Nossa Senhora: “Sacrificai-vos pelos pecadores e dizei muitas vezes, e em especial sempre que fizerdes algum sacrifício:
Ó Jesus, é por Vosso amor, pela conversão dos pecadores, e em reparação pelos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria”.
Ao dizer estas últimas palavras, abriu de novo as mãos, como nos meses anteriores.
“O reflexo de luz (que delas saía) pareceu penetrar na terra. E vimos como que um grande mar de fogo. E, mergulhados nesse fogo, estavam os demônios e as almas, como se fossem brasas transparentes e negras ou bronzeadas, com forma humana, que flutuavam no incêndio, levadas pelas chamas que delas mesmas saíam, juntamente com nuvens de fumo, caindo para todos os lados – semelhante
ao cair das fagulhas nos grandes incêndios – sem peso nem equilíbrio, entre gritos e gemidos de dor e desespero, que horrorizavam e faziam estremecer de pavor.
Os demônios distinguiam-se por formas horríveis e asquerosas de animais espantosos e desconhecidos, mas transparentes como negros carvões em brasa.
A visão durou apenas um momento, durante o qual Lúcia soltou um “Ai!”
Assustados, e como a pedir socorro, as três crianças levantaram os olhos para Nossa Senhora, que lhes disse, com bondade e tristeza:
Nossa Senhora: “Vistes o inferno, para onde vão as almas dos pobres pecadores. Para salvá-las, Deus quer estabelecer no mundo a devoção ao Meu Imaculado Coração.
Se fizerem o que eu vos disser, salvar-se-ão muitas almas e terão paz.
A guerra vai acabar. Mas, se não deixarem de ofender a Deus, no reinado de Pio XI começará outra pior. Quando virdes uma noite iluminada por uma luz desconhecida, sabei que é o grande sinal que Deus vos dá, de que vai punir o mundo de seus crimes, por meio da guerra, da fome, e de perseguições à Igreja e ao Santo Padre. Para impedir isso, virei pedir a consagração da Rússia ao meu Imaculado Coração, e a Comunhão Reparadora nos Primeiros Sábados.
Se atenderem a meus pedidos, a Rússia se converterá e terão paz. Se não, espalhará os seus erros pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja.
Os bons serão martirizados. O Santo Padre terá muito que sofrer. Várias nações serão aniquiladas.Por fim, o meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre consagrar-me-á a Rússia, que se converterá, e será concedido ao mundo algum tempo de paz.
Em Portugal, conservar-se-á sempre o dogma da Fé... Isto não digais a ninguém. Ao Francisco sim, podeis dizê-lo.
E, passados uns instantes, Nossa Senhora disse aos pastorinhos:
Nossa Senhora: Quando rezardes o terço, dizei depois de cada mistério:
Ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o Céu, principalmente aquelas que mais precisarem”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENÁRIO OU ESCREVA PARA NÓS PELO E-MAIL:
apostolosdarosamistica@hotmail.com