.

.
PORQUE SOU CATÓLICO!
A Igreja católica é a única Igreja visível divina estabelecida por Jesus contra o qual as portas do inferno não podem e não prevalecerão (Mt 16,18).
Igrejas protestantes, de um modo geral, são culpadas em colocar os pastores num pedestal muito alto. Por causa disso, congregações evangélicas experimentam uma severa crise, dividindo-se em outras quando um pastor vai embora, provando-se que suas filosofias e doutrinas são centradas no homem, em lugar de Deus.
A Unidade católica faz o Cristianismo e a divindade de Jesus mais acreditáveis para o mundo (Jo 17, 23).
O Catolicismo evita um individualismo que arruína a comunidade Cristã (1 Cor 12, 25- 26).
O Protestantismo, devido à falta da real autoridade e estrutura dogmática, vem se diluindo a cada dia, surgindo então milhares e milhares de denominações. Existem hoje, 33.800 denominações religiosas, cada uma ensinando coisas opostas às outras.
O Protestantismo surgiu em 1517.
 O Catolicismo retém a Sucessão Apostólica, necessária para saber o que é a verdadeira Tradição Apostólica. Era o critério da verdade usado pelos primeiros Cristãos.
O Catolicismo retém o senso do sagrado, o sublime, o santo, e o bonito em espiritualidade. As idéias de altar, e "espaço sagrado" são preservadas.
Muitas igrejas protestantes são corredores, se encontrando em locais, como "garagens e fundos de lojas". A maioria das casas dos protestantes é mais esteticamente notável que suas próprias igrejas.
O Protestantismo rejeita, a intercessão dos santos. Por outro lado, a Tradição Cristã e a Bíblia apoiaram esta prática. (Mt 22, 30) (1 Cor 15, 29) (Mt 17, 1-3; 27,50-53) eles podem interceder por nós (2 Mc 15,14) (Ap 5, 8; 6, 9-10).
O protestantismo critica a prática das procissões Católicas, indo contra a Igreja primitiva e a Bíblia, pode conferir em (Js 3, 5-6) ( Nm 10, 33-34) ( Js 6,4) (Js 3, 14-16) (Ex 25, 18-21) (Js 4, 4-5) (Js 4, 15-18).
O Protestantismo removeu a Eucaristia do centro e foco de adoração. Alguns protestantes só observam isto, uma vez mensalmente, isto está contra a Tradição da Igreja Primitiva.
A maioria dos protestantes considera a Eucaristia como um símbolismo que contraria a Tradição Cristã universal até 1517 e a Bíblia (Mt 26, 26-28) (Jo 6, 47-63) (1 Cor 10, 14-22; 11, 23-30), onde estes textos confirmam à Real Presença.
O Protestantismo aboliu o sacerdócio (Mt 18, 18) e o sacramento da ordenação, ao contrário da Tradição Cristã e da Bíblia (At 6, 1-6; 14,22) (1 Tm 4, 14) (2 Tm 1,6).
 Muitos protestantes negam o batismo infantil, ao contrário da Tradição Cristã e da Bíblia (At 2, 37-39; 16,15; 16, 33; 18,8) (1Cor 1,16) (Cl 2,11-12). O Protestantismo é dividido em cinco doutrinas diferentes na questão do batismo.
 O Protestantismo permite mulheres como pastoras (e até mesmo bispos, como no Anglicanismo), ao contrário da Tradição Cristã, teologia protestante tradicional e da Bíblia(Mt 10,1-4) (1 Tm 2,11-15; 3,1-12) Tt 1,6). 
O Protestantismo é contra a Tradição, sendo que ela é obra do Espírito Santo. A Bíblia NÃO contém todos os ensinamentos de Jesus. (Mc 4,33; 6,34) (Lc 24,25-27) ( Jo 16,12; 20,30; 21,25) (At 1,2-3).
Mesmo assim os protestantes passam por cima dessas passagens dizendo que TODO ensinamento de Cristo está registrado nas Escrituras.
O Protestantismo descarta a reverência dos santos. A Teologia católica não permite adoração dos santos no mesmo modo como é dirigida para Deus. Eles são venerados e são honrados, não adorados!
O pentecostalismo enfatiza freqüentemente o crescimento numérico em lugar de crescimento espiritual individual.
O protestantismo, em geral, adotou uma forma mais capitalista que o Cristianismo. Riqueza, PROSPERIDADE e ganho pessoal são buscados mais que piedade, e são vistos como uma prova do favor de Deus, como o puritano, que secularizou o pensamento americano, indo contra a Bíblia e ensinamento Cristão.
São Paulo, em (1 Tm 3,15) põe a Igreja sobre a Bíblia como coluna e fundamento da verdade, e como ensina o Catolicismo.
A Bíblia é um livro católico, e não importa quantos protestantes estudam e proclamam isso peculiarmente, eles têm que reconhecer a dívida inegável com a Igreja católica por ter decidido o Cânon e por preservar a Bíblia intacta durante 1400 anos.
 O Protestantismo nega o Sacrifício da Missa, ao contrário da Tradição Cristã e da Bíblia (Gn 14,18) (Is 66,18,21) (Ml 1,11) (Hb 7, 24-25; 13,10; 5,1-10; 8,3; 13,8). que transcede espaço e tempo.
O protestantismo rejeita a Assunção de Maria, apesar da Tradição Cristã desenvolvida e indicações bíblicas. Aquela que deu carne ao Senhor, é superior a qualquer santo ou profeta bíblico. Ocorrências semelhantes na Bíblia mostram isso: (Henoc em Gn 5,24 e Hb 11,5) (Elias em 2 Rs 2,11) (Paulo em 2 Cor 12, 2-4) ("Êxtase" em 1 Ts 4,15-17) (subindo os santos em Mt 27,52-53).
 Desde o princípio, a Igreja de Roma e os papas têm o governo e a direção teológica e a ortodoxia da Igreja Cristã. Isso é inegável. Onde está na Bíblia a orientação para que um cristão troque de Igreja ? Quem está salvo ? Aquele que ficou na denominação, aquele que dela saiu ou aquele que fundou uma nova seita ?
 O Catolicismo tem a espiritualidade mais sublime e espírito de devoção, manifestado de mil modos diferentes. Do ideal monástico, para o celibato heróico do clero e religioso, os hospitais católicos, a santidade incontestável de um São Francisco de Assis, um São Domingos e ainda, Madre Teresa, Papa João Paulo II, Papa João XXIII, os mártires primitivos, os eventos milagrosos em Lourdes e Fátima, o intelecto deslumbrante de John Henry Newman, a sabedoria e perspicácia do Arcebispo Sheen de Fulton, São João da Cruz e Santa Tereza, a inteligência santificada de um Chesterton ou um Muggeridge ou de mulheres anciãs que fazem as Estações da Cruz ou o Rosário.
Este espírito devoto é incomparável em sua extensão e profundidade, apesar de muitas contraposições protestantes ou de qualquer outra religião!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENÁRIO OU ESCREVA PARA NÓS PELO E-MAIL:
apostolosdarosamistica@hotmail.com