OS ERROS DO ECUMENISMO
Assim como Deus não muda, Sua Santa Igreja também não pode mudar de pensamento!

No Terceiro Segredo (de Fátima), está predito, entre outras coisas, que a grande apostasia na Igreja começará pelo alto. Materialmente, a revolta contra a lei de Deus teve o seu princípio quando o Concílio Vaticano II  proclamou o erro do Ecumenismo.
A Igreja não ensina que todos os atos e pronunciamentos que um Concílio faz são infalíveis. O que é infalível é o que o Concílio, em união com o Papa, define solenemente como tal. Quando o Concílio não define, o Concílio não é infalível, e portanto não fala como sendo o Magistério universal e ordinário da Igreja.


João Paulo II reconheceu que o ecumenismo é uma invenção protestante. E foi esta coisa protestante que invadiu a Igreja católica.
O Protestantismo é uma heresia, e o ecumenismo é uma das heresias do Protestantismo.
Houve uma nova reforma na Igreja Católica, que deriva a sua eclesiologia daquela Igreja que parece tão católica mas não é - onde se declara expressamente que não somos de religiões diferentes, que todos formamos uma Igreja Cristã. Somos de denominações diferentes da única Igreja Cristã, quer nos consideremos romanos, católicos, ortodoxos, evangélicos, anglicanos ou, lá por isso, carismáticos.
Tudo isto são as diversas denominações da única Igreja Cristã. Todas professam a sua fé em Jesus Cristo, todas formam uma só Igreja universal. Tudo igual. O ecumenismo é isto. Esta é a eclesiologia do ecumenismo.
Esta é a heresia do ecumenismo!
O homem que está hoje encarregado do ecumenismo na Igreja, o Cardeal Walter Kasper, é um ecuménico; a sua eclesiologia é protestante. 
 O ecumenismo é profundamente oposto à Fé Católica. E isto é claramente evidente quando examinamos o ecumenismo.
Jesus Cristo disse: "Todo o poder Me foi dado no Céu e na Terra. Ide, pois, e ensinai todas as nações; baptizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Ensinando-as a observar todas as coisas que Eu vos ordenei: e eis que estarei sempre convosco, até à consumação dos tempos."

O ensinamento católico sobre a Igreja Católica Romana é que Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro Homem, fundou a Igreja Una, Santa, Católica e Apostólica, que há-de durar até ao fim dos tempos. Todas as outras religiões são falsas e desagradáveis a Deus, e a menos que uma pessoa deixe as Igrejas falsas e se junte à Igreja Católica Romana (que inclui os Ritos Orientais da Igreja Católica), e persevere na Igreja Católica até à morte, não poderá salvar a alma. A afirmação "Fora da Igreja não há salvação" foi três vezes definida solenemente pelos Papas.

Só há um Deus, e Ele revelou só uma verdade divina. Só há uma revelação divina, e encontra-se na única Igreja que Ele fundou.

O ecumenismo quer conseguir os objetivos da Maçonaria, os objectivos dos comunistas - que incluem o ideal anti-Deus e anti-Cristo de um Governo Mundial, uma Religião Mundial, uma Tirania Mundial para escravizar toda a humanidade.

O Islã é contra a Fé Católica
O ímpio Alcorão diz que os mushriks, o que quer dizer infiéis, blasfemos, idólatras, são os que acreditam que o Deus único tem Três Pessoas. O Islamismo diz que quem crê na Santíssima Trindade é idólatra, infiel; é um mushrik.
Disse Maomé: "Convertei o mundo ao Islão, e a quem não aceitar o Islão, cortai-lhe a cabeça. Matai os mushrik!"
O Islamismo converte pela espada!
 Nossa Senhora de Fátima disse que "os bons serão martirizados." São os mártires que, ao contrário do espírito do diálogo ecuménico, se recusam a ceder perante a ameaça da espada.
Certo padre católico visitou uma mesquita na inglaterra, um clérigo muçulmano disse-lhe: "deve converter-se ao Islã."  O padre respondeu: "Não, não me pode dizer isso, sou um sacerdote católico, creio em Jesus Cristo." E o muçulmano disse-lhe: "Toda a América do Norte deve abraçar o Islão; será uma terra islâmica."
O ecumenismo é impossível !
Os Maometanos, que usam a espada, manejarão a espada e nada conseguirão, a não ser derramar sangue. Mas não conseguirão conquistar o mundo para o Islã.
 O Islamismo é um flagelo; está numa luta de morte contra a Cristandade, contra a Fé Católica. Foi inspirado pelo demónio para fazer guerra contra a Fé em Jesus Cristo.
Está profetizada uma III Guerra Mundial com o Islã.
Sabemos pelo Terceiro Segredo de Fátima, sabemos pelas muitas aparições de Nossa Senhora, foi revelado que haverá uma III Guerra Mundial. Será uma guerra que virá repentinamente de Leste para Oeste.
E haverá uma grande invasão da Europa pelos Maometanos, e haverá grandes atos de terrorismo levados a cabo por Maometanos na Europa e na América do Norte, e na Ásia, onde quer que se encontrem Maometanos. Será uma Jihad organizada à escala mundial. E todos eles atacarão abertamente aqueles a que chamam mushriks, para matar tantos quantos puderem.  
Os Muçulmanos não compreenderam que a promessa de Maomé é falsa. Ainda não abriram os olhos; foram vencidos na Batalha de Lepanto e serão de novo!
O triunfo de Nossa Senhora de Fátima sobre todos os infiéis
Há-de vir o dia, como foi predito por Nossa Senhora à Irmã Elena Aiello, em que os árabes se converterão à Fé Católica. Os anjos hão-de descer do Céu para dar a vitória aos Cristãos, e não aos Maometanos. Sabemos que a Rússia se converterá à Fé Católica, porque Nossa Senhora de Fátima confirmou a Sua promessa com o espantoso Milagre do Sol. Um milagre que só podia ser feito por Deus, então será o fim do Ecumenismo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENÁRIO OU ESCREVA PARA NÓS PELO E-MAIL:
apostolosdarosamistica@hotmail.com