.

.
 O TERCEIRO SEGREDO DE FÁTIMA  
“Possam os sete anos que nos separam do centenário das aparições apressar o anunciado triunfo do Coração Imaculado de Maria para glória da Santíssima Trindade”.
 Do Terceito Segredo de Fátima só foi revelada a visão que os três pastorinhos tiveram. Como demonstraram Solideo Paolini e Antonio Socci em seus livros, a explicação de Nossa Senhora sobre a visão de um Papa que sai de uma cidade arruinada, sobe uma montanha encimada por uma cruz, e, então, é fuzilado por soldados que o matam a tiros e flechadas, e depois massacram Cardeais, Bispos, padres e religiosos não foi publicada.
     Uma interpretação possível é que a cidade arruinada é a Cidade de Deus, a Igreja Católica, Roma. A montanha encimada pela Cruz é um Calvário: a Missa de sempre. Um Papa libera a Missa de sempre (Bento XVI acaba de fazer isso) e , por isso será assassinado.
     Alguns tentaram enganar o povo católico dizendo que essa visão se aplica ao atentado feito contra João Paulo II, em 1981.
     Isso é um absurdo, pois no atentado a João Paulo II ele não morreu. Não houve nenhum Cardeal, Bispo ou padre assassinado. A ousadia em dar essa explicação absurda é incrível.. 
 O Cardeal Pacelli, depois Pio XII, disse ao Conde Enrico Galleazzi, dizem que em 1935 (mas essa data pode ser falsa):
"Estou obcecado pelas confidências da Virgem à pequena Lúcia de Fátima. Essa obstinação de Nossa Senhora diante do perigo que ameaça a Igreja, é um aviso divino contra o suicídio que representaria a alteração da fé, em sua liturgia, sua teologia e sua alma”.(...)

“Ouço em redor de mim os inovadores que querem desmantelar a Capela Sagrada, destruir a chama universal da Igreja, rejeitar seus ornamentos, dar-lhe remorso de seu passado histórico”.
“Pois bem, meu caro amigo, estou convicto que a Igreja de Pedro deve assumir o seu passado ou então ela cavará sua sepultura"
 
  De onde o futuro Pio XII teria retirado essas coisas?
     Não foi nem do Primeiro, nem do Segundo Segredo de Fátima. Nossa Senhora nunca disse isso nesses segredos. Em nenhum livro constam essas palavras que Pio XII atribui à revelação de Fátima. 
     Logo, ele as tirou do Terceiro Segredo. 
     No Terceiro Segredo de Fátima, Nossa Senhora teria mandado avisar que não se mudasse a doutrina, e não se tocasse na Missa, que isso seria um espécie de "suicídio", que a Igreja cavaria a sua "sepultura". Seria como que uma auto demolição da Igreja, como o próprio Paulo VI confessou que foi feito no Concílio Vaticano II. Nossa Senhora avisava que, se isso fosse feito, viriam grandes desgraças para a Igreja e para o mundo.
 Nossa Senhora mandou que o Terceirto Segredo fosse revelado em 1960, "porque nessa data seria mais fácil compreendê-lo" declarou a Irmã Lúcia, a terceira vidente de Fátima.
     Ora, quando João XXIII leu o Terceiro Segredo, ele decretou que se mantivesse tudo em segredo pois que não sabia se a revelação era do céu ou era humana. João XXIII não acreditou na mensagem de Nossa Senhora e decidiu convocar o Concílio, que Nossa Senhora afirmava que não se convocasse. Mudou-se a liturgia, tocou-se na Missa e se "simplificou" o culto para se aproximar mais dos protestantes num ato de "absurdo ecumenismo" 
O Concílio Vaticano II mudou a doutrina e, com base nele, Paulo VI fez uma Nova Missa...
     Depois falou em auto demolição da Igreja e da fumaça de Satanás que entrou no templo de Deus... Advinhe-se por onde... No período precedente ao grande triunfo do Imaculado Coração de Maria, coisas terríveis estão previstas para acontecer. Essas coisas formam o conteúdo da Terceira parte do Segredo. O que são elas? Se em Portugal o dogma da Fé sempre será preservado, pode-se claramente deduzir daí que em outras partes da Igreja esses dogmas tornar-se-ão obscuros ou se perderão totalmente...
     O texto não publicado menciona circunstâncias concretas? É bem possível que mencione não apenas uma crise real da fé na Igreja durante este interstício, mas, por exemplo, à semelhança do segredo de La Sallete, haja mais referências concretas às brigas internas de Católicos ou à queda de sacerdotes e religiosos.
Manipularam o segredo de Fátima e os esconderam. Até hoje não publicaram o texto de Nossa Senhra contendo as palavras que Ela disse aos pastorinhos. Publicaram somente a visão que eles tiveram do assassinato de um Papa e o massacre de muitos membros do clero, depois do assassianto de um Papa. 
     O Papa João Paulo II, em 2000, queria publicar tudo, e era apoiado nesse desejo pelo então Cardeal Ratzinger, hoje Bento XVI. Muitos cardeais se opuseram à publicação do segredo todo, e acabou sendo publicada somente a visão que as três crianças de Fátima tiveram. 
1- O primeiro segredo tratava da Primeira Guerra Mundial como castigo pelos pecados do mundo. Nossa Senhora anunciava que esse primeiro castigo logo iria acabar, e pedia que se rezasse muito pela conversão dos pecadores, e que se fizesse penitência. Portanto, este primeiro segredo tratava das almas.
 2-A seguir, Nossa Senhora previa que "a Rússia espalharia seus erros pelo mundo" - e a Revolução Comunista na Rússia só ia acontecer em novembro de 1917, alguns meses depois da revelação de julho de 1917. Dizia ainda Nossa Senhora que, nessa II Guerra Mundial, "várias nações seriam aniquiladas", "os bons seria martirizados", "o Santo Padre teria muito que sofrer". 
O segundo segredo, então, tratava das nações.
Para impedir que os castigos prosseguissem, Nossa Senhora pedia:
Que o Papa - junto com todos os Bispos do mundo - consagrasse nominalmente a Rússia ao Imaculado Coração de Maria, coisa que até hoje nunca foi feita nos termos em que Nossa Senhora pediu.
Pedia ainda, de novo, penitência e oração, assim como o estabelecimento da devoção ao Imaculado Coração de Maria, e a comunhão reparadora nos primeiros sábados.
Claro que, se os pedidos de Nossa Senhora não fossem atendidos, haveria novo castigo e, desta vez, ao que parece por certos detalhes, atingindo diretamente o clero, e mesmo o Papa.E, numa quarta redação da mensagem de Fátima, a Irmã Lúcia escreveu uma frase elucidativa: "O dogma da Fé se manterá sempre em Portugal, etc." O que faz supor - evidentemente! - que o dogma da Fé não se manteria em outros países.
era lógico, pela progressão estabelecida, que o terceiro segredo deveria tratar da Igreja.