.

.
O MILAGRE DO SOL EM FÁTIMA - PORTUGAL
A 13 de Outubro de 1917 estavam mais de 70 000 pessoas reunidas na Cova da Iria, em Fátima, Portugal. Tinham vindo presenciar um milagre que tinha sido anunciado pela Virgem Maria a três jovens videntes: Lúcia dos Santos e os seus dois primos, Jacinta e Francisco Marto […] Pouco depois do meio-dia, Nossa Senhora apareceu as três crianças. Quando estava prestes a partir, apontou para o Sol. Lúcia repetiu o gesto, emocionada, e as pessoas olharam para o céu […] Depois, uma onda de terror varreu a multidão porque o Sol parecia romper-se dos céus e esmagar as pessoas horrorizadas […] Justamente quando parecia que a bola de fogo iria cair e destruí-los, o milagre parou e o Sol reassumiu o seu lugar normal, brilhando pacífico como nunca.
Se o milagre do Sol em movimento tivesse sido observado apenas por Lúcia (a jovem que no fundo foi responsável pelo culto de Fátima), não haveria muita gente que o levasse a sério. Poderia facilmente ser uma alucinação individual ou uma mentira com motivos óbvios. O que impressiona são as 70 000 testemunhas. Será que 70 000 pessoas podem ser simultaneamente vítimas da mesma alucinação? Ou conspirar numa mesma mentira? Ou, se nunca houve 70 000 testemunhas, poderia o repórter do acontecimento safar-se ao inventar tanta gente?
Em Sua terceira aparição em Fátima, Nossa Senhora prometeu aos três pastorinhos:
“Em outubro direi quem sou, o que quero, e farei um Milagre, que todos hão de ver para acreditarem” [13 de junho de 1917]
Três meses depois, Maria Santíssima realizou, por intervenção divina, o Milagre do Sol.

1 – Foi o primeiro milagre da história (excetuando a Ressurreição) que foi realizado para provar algo à humanidade com tempo e local anunciados com antecedência.
2 – Nenhum pesquisador conseguiu, até hoje, explicar à luz da ciência os movimentos do sol e os fenômenos que ocorreram em Fátima naquele dia.
3 – A escolha das testemunhas entrevistadas foi feita de maneira totalmente imparcial e aleatória: jovens, adultos, católicos, ateus, homens, mulheres, pobres, ricos etc.
4 – O milagre foi observado também por numerosas testemunhas situadas fora do local das aparições, até a 40 quilômetros de distância.
Lúcia, a mais velha dos três pastorinhos, revelou em suas Memórias as visões extraordinárias que teve enquanto Nossa Senhora comandava o Milagre do Sol no céu de Fátima.
Diz a Irmã Lúcia:
“E abrindo as mãos, Nossa Senhora projetou feixes de luz que refletiram no Sol. E enquanto se elevava da azinheira para o Céu, continuava o reflexo da Sua própria luz a projetar-se no Sol.
“Então, eu gritei:
Olhem, olhem para o Sol!”
“O meu fim não era chamar para si a atenção do povo, pois que nem sequer me dava conta da sua própria presença. Fi-lo apenas levada por um movimento interior que a isso me impeliu.”
Naquele exato momento “as nuvens desapareceram num instante, a chuva terminou e apareceu o sol que tinha uma cor prateada e não cegava”.
Uma enorme quantidade de depoimentos de testemunhas do Milagre do Sol, relatando os mesmos acontecimentos, ajudam a comprovar a veracidade do epidódio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENÁRIO OU ESCREVA PARA NÓS PELO E-MAIL:
apostolosdarosamistica@hotmail.com