OS TRÊS ARCANJOS
Miguel, quem como Deus;
Gabriel, força de Deus;
Rafael, cura de Deus.
Devoção é dedicar atenção especial, carinho e gratidão a quem tanto nos faz bem, e, especial, aos santos de Deus que nos ajudam e intercedem por nós. Mas os anjos também intercedem por nós? Claro! Não só intercedem como inspiram os bons propósitos de Deus e nos defendem do mal - "papel" esse dos anjos da guarda - para que possamos servir a Deus.
Miguel fora o arcanjo que, na luta contra Lúcifer, pôs-se a frente no "campo de batalha" com a pergunta: quem ousa querer ser como Deus? Ou seja, nada de cabalismo ou esoterismo, Miguel luta em prol daqueles que sabem que Deus é o único Deus e Senhor.
Foi Miguel quem combateu Lúcifer e seus anjos rebeldes, e os expulsou do céu, obtendo uma grande vitória. É Miguel que, no tempo do anticristo, deve se erguer em defesa e em favor dos eleitos. Miguel é o protetor do povo eleito ( Dan 10, 13 e 12,1) Foi Miguel quem disputou contra Satanás para proteger o corpo de Moisés, que o satânico queria fazer desaparecer, a fim de que o povo judeu adorasse Moisés em lugar de Deus. (Carta de São Judas, v.9). É Miguel o chefe da luta contra o dragão (Apoc 12, 7). Na liturgia da esperança (dos falecidos) fala-se que Miguel acompanha os falecidos e os leva até Deus e ao paraíso. Ele era o protetor da sinagoga. Agora é o protetor da Igreja Católica.

Miguel já era cultuado na sinagoga judaica como seu protetor. Desde os inícios da era cristã recebeu um culto fervoroso, tanto no oriente como no ocidente. Já os imperadores romanos Constantino e Justiniano construíram e lhe dedicaram templos preciosos.

Tradicionalmente, Miguel é invocado contra o demônio e suas tentativas de seduzir e fazer mal às pessoas, para libertar pessoas possessas, obcecadas ou oprimidas pelo diabo, para libertar pessoas e lugares contaminados pelas forças do mal.

O nome Gabriel significa “Força de Deus”. É o mensageiro celeste que recebeu a maior e a mais admirável missão de anunciar a “Encarnação do Verbo eterno”, do filho de Deus, do Messias e Salvador, no ventre virginal da Virgem de Nazaré (Cf. Lc 1, 26-38). Foi ele quem anunciou também o nascimento milagroso de João Batista (Cf. Lc 1, 5-25). É associado geralmente a figura de uma trombeta, indicando que é aquele que transmite a Voz de Deus, o portador das notícias.
Revelou seu poder pessoal quando castigou a falta de fé de Zacarias. Eis que ficarás mudo e não poderás falar até o dia em que estas coisas acontecerem, visto que não deste crédito às minhas palavras, que se hão de cumprir a seu tempo (Lc 1,20).
A Igreja unificou a celebração destes três arcanjos em 29 de setembro – Miguel, Gabriel e Rafael. Eles representam a alta hierarquia dos anjos-chefes, “mensageiros dos decretos divinos” aqui na terra.
O nome Rafael significa “Deus cura”, ou ainda “Medicina de Deus”. Esse arcanjo aparece numa história interessante e edificante no livro bíblico de Tobias. Ele mesmo revela quem é: “Eu sou o anjo Rafael, um dos sete que assistimos na presença de Deus” (Cf. Tob 12, 15)
Na história de Tobias, Rafael aparece disfarçado em figura humana, como inesperado companheiro de viagem de Tobias, conhecedor dos caminhos e das pessoas, cuidadoso e protetor do amigo de viagem. Por causa dessa missão realizada com toda sabedoria e cuidado, Rafael é invocado como “guia e protetor dos viajantes”.Na mesma oportunidade da viagem, Rafael ensina a Tobias o remédio para a cura da cegueira de seu pai Tobit. Por isso é também invocado como intercessor para a cura dos enfermos.

Foi pelo poder do Anjo mau que o pecado entrou no mundo. Foi o demônio quem persuadiu Adão e Eva a pecarem; toda a balbúrdia subseqüente àquela "sutil" desobediência à Deus, repercutiu de forma avassaladora no mundo. Por maior que seja a tentação, a decisão final será exclusivamente nossa pelo exercício do livre arbítrio, que nos torna seres perfeitos para optar entre o bem o mal.

As tentações do demônio vencem-se com vigilância, jejum, mortificação, oração e confiança à Santíssima Virgem e ao Anjo da Guarda

Nossa Senhora, preservada da mancha original, comanda toda a legião de Anjos do Céu e da Terra. Cumpre seu ofício divino na batalha para esmagar a cabeça de Satanás. Invocada pela Igreja universal como "Rainha dos Anjos", ouve as preces dirigidas ao nosso Anjo da Guarda e as apresenta a Deus.
ORAÇÃO À RAINHA DOS ANJOS
Augusta Rainha dos céus e senhora dos Anjos, Vós que desde o princípio recebeste de Deus o poder e a missão de esmagar a cabeça de Satanás. Nós Vos pedimos humildemente, enviai vossas santas legiões, para que elas, sob o vosso poder e vossas ordens, persigam os infernais espíritos, combatendo-os por toda a parte, confundam sua audácia e os precipitem no abismo.
Quem como Deus, boa e terna Mãe, Vós sereis sempre o nosso amor e nossa esperança. Ó Mãe de Deus, enviai os Santos Anjos para nos defender e repelir para longe de nós o cruel inimigo. Santos Anjos e Arcanjos, defendei-nos, protegei-nos. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENÁRIO OU ESCREVA PARA NÓS PELO E-MAIL:
apostolosdarosamistica@hotmail.com